Programa de Recuperação do Alcoolismo

A existência de problemáticas de índole social nos Conjuntos Habitacionais de Gondomar, motivadas inúmeras vezes pelo consumo excessivo de álcool, levou a que o Departamento de Habitação, tendo em conta o elevado número de doentes alcoólicos residentes nos Conjuntos Habitacionais, efectuasse uma candidatura a um Programa Operacional de Emprego, Formação e Desenvolvimento Social (POEFDS), para a criação de um Centro de Apoio e Recuperação do Alcoolismo – CARA - , que teve início em Junho de 2004 e finalizou em Agosto de 2006.

Com o término do primeiro Projecto, o Departamento de Habitação, no seguimento da sua intervenção e no âmbito do Gabinete CARA, visando dar continuidade ao trabalho desenvolvido, efectuou uma candidatura ao Programa URBAN 2 Eixo II medida 5, a fim de se implementar o Projecto “Prevenir – Diga não às Toxicodependências”, que teve início em Setembro de 2006 e finalizará em 2008.

Com o Gabinete CARA pretende-se promover uma intervenção e abordagem comunitária relacionada com a temática do alcoolismo, numa perspectiva de melhoria das condições sociais e qualidade de vida em geral, da população residente nos Conjuntos Habitacionais de Gondomar. Assim, a intervenção centra-se no apoio ao processo de recuperação do doente alcoólico, bem como na melhoria das condições de vida do mesmo e seus familiares.

Durante os 2 anos de intervenção verificou-se que o combate ao alcoolismo é uma etapa longa, revestida de contornos de difícil superação. Constatou-se que o período de tempo afecto ao Projecto foi escasso para a promoção da adequada recuperação. No entanto, verificaram-se mudanças efectivas nas famílias que estão perante tal problemática, pelo que se pode constatar que a aposta na intervenção do CARA foi uma aposta ganha, que merece continuidade.

O Projecto “ Prevenir – Diga não às Toxicodependências” prevê uma intervenção que envolva para além do alcoolismo, outras dependências. Face à constatação de um consumo crescente destas substâncias na área de intervenção do Projecto, Triana/ Santegãos, este incide sobre a temática da prevenção e tratamento do consumo de substâncias psicoativas e sobre as implicações deste comportamento para a saúde, bem como sobre os seus reflexos no seio familiar e social. Abrange, assim, metodologias no âmbito da prevenção primária (dos estupefacientes e do álcool), secundária e terciária (do álcool).

Com vista a optimizar e rentabilizar a actividade deste Projecto foram estabelecidos acordos de parceria com os Centros de Saúde do Concelho, Unidade de Alcoologia do Norte, Centro de Emprego de Gondomar, Centro Distrital de Segurança Social do Porto, CAT Gondomar, Comissão de Protecção de Crianças e Jovens de Gondomar.

A equipa do Projecto é constituída por duas psicólogas a tempo inteiro e uma assistente social a meio tempo.

Número de pacientes em acompanhamento – 126
Número de encaminhamentos de pacientes – 311

Hoje
Hoje
Mín C
Máx C
Amanhã
Amanhã
Mín C
Máx C
Depois
Depois
Mín C
Máx C