História das Geminações

Jean Bareth define a Geminação como o maior movimento de relações entre Municípios jamais conhecido pela Humanidade.

As Geminações têm feito, progressivamente, o seu caminho de há 150 anos a esta parte. Começou por ser um amplo e participado movimento, gerado pela sociedade civil num espírito de cidadania ativa, que o poder local soube assumir e integrar.

Na sua essência e objetivos, traduz os valores civilizacionais da Solidariedade, Cooperação, Paz, Ajuda Mútua, Amizade e Encontro entre os povos e cidadãos de diferentes culturas e países.

As Geminações são um mecanismo, uma funcionalidade, permitindo, por um lado, levar a mensagem e o apoio concreto e solidário onde ele é preciso. Por outro lado, propiciam a troca de conhecimentos, experiências e valores entre as comunidades envolvidas.

O Município de Gondomar encontra-se geminado com os Municípios congéneres: Gondomar (Espanha), Feyzin (França), Barton (Inglaterra) e mais ativamente com a Praia (Cabo Verde).

Em Gondomar, como nos restantes Municípios, o processo de Geminação percorre o mesmo caminho, começa pela Fase da Procura do Parceiro para Geminar, tendo como primeiro critério, as características estruturais semelhantes ou complementares. O número e tipo de habitantes da futura cidade geminada (ver Geminação do Município de Gondomar e Feyzin) bem como a sua localização devem ser tomadas em consideração. A busca de um passado comum (ver Geminação do Município de Gondomar e da Praia), e de um certo contexto sociocultural (ver Geminação do Município de Gondomar e Gondomar Espanhol) e linguístico permite precisar esta escolha.

A segunda fase é denominada pelo Período de Aprofundamento Mútuo. Depois dos contactos, da troca de correspondência, deve ser organizado um primeiro encontro institucional para se definir as orientações da Geminação.

A terceira fase, o Casamento, em que a Geminação é Oficializada por compromisso recíproco das cidades em questão, através do Juramento de Geminação.

 

Juramento de Geminação


Nós, presidentes das câmaras de...,

Livremente eleitos por sufrágio dos nossos concidadãos,

Certos de estar a responder às aspirações profundas e às necessidades
reais das nossas populações,

sabendo que os municípios estão na origem da civilização ocidental
e que o espírito de liberdade se manifestou em primeiro lugar através
das liberdades por eles conquistadas,

considerando que a História irá seguir o seu rumo num mundo mais
alargado, mas que este mundo só será verdadeiramente humano na
medida em que as pessoas vivam livres em cidades livres,

neste dia, assumimos
o compromisso solene

de manter laços permanentes entre os nossos municípios, de favorecer em todos os domínios o intercâmbio entre os seus habitantes para desenvolver, através de uma melhor compreensão mútua, o sentimento vivo da fraternidade,

de conjugar os nossos esforços a fim de auxiliar, na mais ampla medida dos nossos meios, o sucesso deste empreendimento necessário de paz e de prosperidade.

Hoje
Hoje
Mín C
Máx C
Amanhã
Amanhã
Mín C
Máx C
Depois
Depois
Mín C
Máx C