Construção do Intercetor do Rio Tinto

Execução
Início: 30.07.2015
Fim: 31.0.2019

Investimento total: 9.871.607,81€
Comparticipação - Fundo de Coesão: 85% (7.868.946,74€)

O Município de Gondomar, em parceria com a Empresa de Águas do Município do Porto, E.M., formalizou a candidatura “CONSTRUÇÃO DO INTERCETOR DO RIO TINTO”, no âmbito do Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos POSEUR). Esta operação consiste essencialmente na união das descargas da ETAR de Rio Tinto (sistema de drenagem e tratamento de Gondomar) e da ETAR do Freixo (sistema de drenagem e tratamento de Gondomar) e a sua descarga final no rio Douro, bem como na reabilitação do intercetor existente entre a rotunda do Centro de Saúde de Rio Tinto e a ETAR de Rio Tinto.

A operação localiza-se nas freguesias de Campanhã, no concelho do Porto, e de Rio Tinto, no concelho de Gondomar.

Esta operação tem um carácter prioritário dado que visa a resolução de problemas ambientais graves, com o objetivo de reduzir o nível de poluição das massas de água, atribuindo um especial enfoque ao cumprimento da Diretiva de Águas Residuais Urbanas (DARU) - Diretiva 91/271/CEE, do Conselho, de 21/05. Esta candidatura tem como objetivo proteger, melhorar e recuperar as massas de água do Rio Tinto, com o objetivo de alcançar o seu Bom Estado Ecológico e Químico. Atendendo à sensibilidade deste ecossistema fluvial, as soluções que irão ser implementadas permitirão a eliminação dos impactes e das pressões sobre esta massa de água tendo em consideração as suas características atuais e as que se pretendem para o futuro, permitirão ainda aumentar a sua capacidade de autodepuração e regeneração, bem como o tipo de atividades e os usos praticados neste curso de água, abarcando as descargas das duas estações de tratamento em causa.

Hoje
Hoje
Mín C
Máx C
Amanhã
Amanhã
Mín C
Máx C
Depois
Depois
Mín C
Máx C